Publicado em: 2015-02-12

Quem canta (e dança) seu mal espanta !

Uma investigação da Universidade de McGill (Canadá) sugere que ouvir música tem efeitos neuroquímicos e que pode mesmo reduzir os níveis de cortisol, a hormona associada ao estresse, e elevar os níveis de oxitocina, relacionado com o bem-estar.



O estudo aponta que certas músicas podem elevar a produção de imunoglobulina A (um tipo de anticorpo) e de glóbulos brancos, responsáveis por atacar invasores como bactérias e germes, ou seja, algumas melodias têm a capacidade de melhorar o sistema imunológico, reduzir a ansiedade e até mesmo regular o humor.

Os cientistas Mona Lisa Chanda e Daniel Levitin descobriram que músicas mais lentas tendem a ser mais relaxantes do que as que têm mais ritmo.

A dupla de psicólogos canadianos analisou mais de 400 pesquisas associando a música a processos neuroquímicos específicos. Vários estudos indicam que a música pode até mesmo controlar a dor.

Os investigadores propõem que música como terapia e até consideram que possa ser usada como calmante antes da cirurgia. O estudo destaca que tratamentos baseados em sons não são invasivos e têm efeitos colaterais mínimos.
(Fonte: http://www.cienciahoje.pt/)
 
Em baixo 2 videos sugestivos e contagiantes:

Videos:



Publicante:
Entidade:SoNaturalVibe - Infos e Dicas com Boa Onda
Nome: Idalina Tekas
Cargo: IT


< Responder ao Anuncio >



Outros Anuncios





NAO PREENCHER (anti-spam): ( deixe em branco )

Pedido de Informações
Precisa de informações adicionais? Não encontrou o que procurava? Não hesite em contactar-nos:

Conhece alguém que beneficiará da informação, produtos ou serviços disponibilizados nesta página? PARTILHE-NOS!