Publicado em: 2015-05-17

Album de recordações

Mês de MAIO é o mês das rosas por excelência,. Aqui fica o belo poema

LENDA DAS ROSAS

 

"Na mesma campa nasceram

duas roseiras a par,

conforme o vento as movia

iam-se as rosas beijar.

 

Deu uma, rosas vermelhas

desse vermelho que os sábios

dizem ser a cor dos lábios

onde o amor põe centelhas.

Da outra, gentis parelhas

de rosas brancas vieram

só nisso diferentes eram

nada mais as diferençiou

a mesma seiva as criou

na mesma campa nasceram.

i

Dizem contos magoados

que aquele triste coval,

fora leito nupcial

de dois jovens namorados

que no amor contrariados

ali se foram finar

e continuaram a amar

lá no Além, todavia

e por isso ali havia

duas roseiras a par.

 

A lenda, simples, singela,

conta mais: que as rosas brancas

eram as mãos puras, francas

da desditosa donzela

e ao querer beijar as mãos dela

como na vida o fazia

a boca dele se abria

em rosas de rubra cor

e segredavam o amor

conforme o vento as movia.

 

Quando as crianças passavam

junto à linda sepultura

toda a gente afirma e jura

que as rosas brancas coravam

e as vermelhas se fechavam

para ninguém lhes tocar

mas que, alta noite, ao luar

entre um séquito de goivos,

tal qual os lábios dos noivos

iam-se as rosas beijar."

 

Letra: João Linhares Barbosa

 

A versão cantada que propomos, de Frei Hermano da Câmara, é menos conhecida, mas muito bela

(ver e ouvir o video)

Videos:



Publicante:
Entidade:SoNaturalVibe - Infos e Dicas com Boa Onda
Nome: OD
Cargo: Design&Conteúdos


< Responder ao Anuncio >



Outros Anuncios





NAO PREENCHER (anti-spam): ( deixe em branco )

Pedido de Informações
Precisa de informações adicionais? Não encontrou o que procurava? Não hesite em contactar-nos:

Conhece alguém que beneficiará da informação, produtos ou serviços disponibilizados nesta página? PARTILHE-NOS!