Publicado em: 2013-03-30
LUZ ao fim do túnel
Páscoa é RENASCER - MUDAR - RECOMEÇAR - AVANÇAR na LUZ

Momentos de escolha... Você, preso a alguma situação do passado, com dois caminhos na sua frente... Como saber a resposta? Simples: deixe a sua alma decidir! A sua intuição dá um sinal, passa uma corrente elétrica pelo corpo e o seu coração dispara se a opção for correta!

É complicado quando estamos envolvidos: quebra de estruturas, padrões, rotinas... 
Toda mudança, toda transformação surge do caos. No início, vem aquela leve sensação de que alguma coisa não se encaixa. Dali a pouco, começa a incomodar. Em seguida, você não pára de pensar sobre o problema. É o caminho do meio: criatividade em ação. É a entrega para Deus: peça a ele a melhor solução e esqueça o assunto!

Acorde para a vida, perceba que o mundo é maior do que a gente pensa, descubra que você tudo pode! Não precisa da permissão de ninguém, não deixe que os outros controlem você! Você é cem por cento responsável pela sua vida! O futuro é construído a partir das escolhas de hoje, portanto decida! O passado, como o próprio nome diz, já aconteceu, não volta mais; portanto é essencial vivermos no presente...

E quando o coração está numa encruzilhada? Dúvidas mil, e se a gente resolver errado? Palavras soltas ao vento... A alma pede socorro e o peito parece que vai explodir!
A vida é feita de experiências, positivas ou não e não existe julgamento. 
São só vivências para o nosso autoconhecimento. 
Conheça outros caminhos e não tenha medo, escolha viver!

Seja generoso com você e os outros. Distribua gratidão e amor incondicional. Perdoe as pessoas que o magoaram, elas são os nossos mestres... Procure extrair uma lição a partir dos acontecimentos, que só nos acrescentam e nos fazem melhores como indivíduos. Perceba o que a outra pessoa tem que o incomoda tanto. Lembre-se, semelhantes se atraem... 

Aceite as pessoas como elas são. O ponto de transformação é muito particular. Elas mudam apenas se quiserem e se estiverem no momento apropriado. Caso a história não interesse para uma das partes, é hora de partir para escrever novos eventos... sem culpas, mas sempre com carinho. Sem rancor e sempre usando o diálogo. 

Às vezes, a nossa alma pede paz interior. Neste caso, um distanciamento é recomendável para colocar os pensamentos em dia, conversar com o eu superior, ouvir a voz do coração... 
Reflexão. Amor próprio. Auto-estima. Coragem de se olhar no espelho. Enfrentar a sua verdade particular. Instantes preciosos, mágicos!

E como escolher a carreira correta? 
Acredite em sincronicidades: tudo que chega fácil, rápido, parece que você nasceu para isto! A informação no momento correto, a pessoa certa, o instante exato. O material chega às mãos sem explicação lógica. Esta é a escolha do seu trabalho, pelos seus dons inatos. Não deixe os outros projetarem os sonhos deles na sua história. Seja médico, apenas se você amar de paixão esta profissão. Como se fosse um hobby, não percebe as horas passando... Seus olhos brilham quando fala de medicina!

Aproveite seus cinco sentidos físicos: ouça com atenção os outros, olhe nos olhos das outras pessoas, treine o olfato, passe as pontas dos dedos em diferentes texturas, experimente outros sabores! Sinta a vida fluindo dentro de você!

Acredite em seu poder pessoal, ninguém no mundo é igual a você, nem seu irmão gêmeo... Acredite que o Universo conspira a seu favor, você vibra esta energia e atrai as outras pessoas que estão na mesma sintonia. Procure ajudar as outras pessoas a realizarem os sonhos delas. Não inveje o sucesso dos outros! 

Espelhe-se em pessoas de bom astral. Faça hoje! Caminhe de encontro aos seus objetivos. Arrependa-se apenas do que não fez. Ria bastante. Abrace muito. Beije mais ainda! Compartilhe amor! A sua vida será maravilhosa e inesquecível... 

(Fonte: somostodosum br)

Morre lentamente quem não viaja,
Quem não lê,
Quem não ouve música,
Quem não encontra graça em si mesmo.

Morre lentamente quem destrói seu amor próprio,
Quem não se deixa ajudar,
Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito
Repetindo todos os dias os mesmos trajetos.

Quem não muda de marca,
Não se arrisca a vestir uma nova cor
Ou não conversa com quem não conhece.

Morre lentamente quem evita uma paixão 
E seu redemoinho de emoções,
Justamente as que resgatam o brilho dos olhos
E os corações aos tropeços.

Morre lentamente quem não vira a mesa 
Quando está infeliz com o seu trabalho ou amor, 
Quem não arrisca o certo pelo incerto
Para ir atrás de um sonho.

Quem não se permite 
Pelo menos uma vez na vida,
Fugir dos conselhos sensatos...

Viva hoje! Arrisque hoje! Faça hoje!
Não se deixe morrer lentamente!
Não se esqueça de ser feliz!



PABLO NERUDA 

(Prémo Nobel da Literatura)

 

Outras Notícias





NAO PREENCHER (anti-spam): ( deixe em branco )

Pedido de Informações
Precisa de informações adicionais? Não encontrou o que procurava? Não hesite em contactar-nos:

Conhece alguém que beneficiará da informação, produtos ou serviços disponibilizados nesta página? PARTILHE-NOS!